Pelo 2º ano consecutivo, Guarapuava não terá procissão de Corpus Christi

A tradicional celebração que todos os anos deixa as ruas das cidades do País coloridas com seus tapetes, pela segunda vez, não ocorrerá em Guarapuava. A medida é para evitar aglomerações e conter o avanço da Covid-19

No dia 3 de junho, a Igreja celebra Corpus Christi. Esta é uma das datas mais importantes para os cristãos. Todos os anos, as procissões com os tradicionais tapetes coloridos feitos com serragem, areia ou outros elementos que não prejudiquem a natureza, enfeitam as ruas por onde o Santíssimo passa, levando alegria, esperança e amor a todas as comunidades.

No entanto, mais uma vez, agora pelo segundo ano consecutivo, a celebração ficou comprometida no Brasil, devido à pandemia do Coronavírus que exige de todos o isolamento social, apesar da existência das vacinas.

No decanato centro da diocese de Guarapuava, o pároco da Catedral Nossa Senhora de Belém, padre Jean Patrik Soares, explicou que cada paróquia realizará sua celebração de acordo com seus horários e programações. Já na catedral, no dia 3 de junho, haverá missa às 9h e às 10h30. As duas celebrações serão de forma presencial, respeitando o limite de lotação da igreja (200 pessoas), com transmissão ao vivo pelas redes sociais paróquias. Os participantes da celebração deverão tomar os devidos cuidados quanto à higiene e o distanciamento entre as pessoas, conforme exigências e orientações das autoridades de saúde e vigilância sanitária.

Em preparação para o dia de Corpus Christi, um Tríduo virtual será realizado, com transmissão via Facebook e todos são convidados a participar deste momento importante de oração, clamor e partilha.

CONFIRA PROGRAMAÇÃO
A celebração do dia 1º de junho será presidida pelo bispo da diocese de Guarapuava, Dom Amilton Manoel da Silva e seguirá o mesmo horário, das 20h30 às 21h30. Ele abordará o tema: “A eucaristia no pensamento do Papa Francisco”.

Concluindo o ciclo de orações em preparação para Corpus Christi, na noite de 2 de junho, o pároco da paróquia Santos Anjos, em Guarapuava, padre Paulo Carlos de Souza, será o celebrante do Tríduo. O horário permanece o mesmo das outras duas celebrações, das 20h30 às 21h30. Padre Paulo fará a Adoração ao Santíssimo, com momentos de vigília e oração.

CORPUS CHRISTI
No dia 3 de junho, além das celebrações da parte da manhã, o decanato preparou uma carreata com a presença do Santíssimo que será levado por Dom Amilton Manoel da Silva. A procissão começa às 15h, saindo da Catedral Nossa Senhora de Belém, percorrendo algumas ruas da cidade, com rápida parada em frete aos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), para uma bênção proferida pelo bispo diocesano. Neste dia, as orações serão na intenção do fim da pandemia de Coronavírus.

Nas celebrações das paróquias, como gesto concreto, pede-se para que quem puder, leve alimentos não perecíveis e agasalhos que serão distribuídos às pessoas carentes da comunidade.

SERVIÇO
A Catedral Nossa Senhora de Belém, em Guarapuava, fica na rua Senador Pinheiro Machado, 1.931, Centro da cidade. Mais informações podem ser obtidas na secretaria paroquial ou pelo telefone: (42) 3623-1282.

ORIGEM DA CELEBRAÇÃO
A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a Freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal “Trasnsiturus de hoc mundo”, estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que até hoje são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.

A procissão com a hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.

NO BRASIL
No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.

A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.

CONFIRA O ROTEIRO DA CARREATA

  • Início às 15h
  • Saída: Santuário Nossa Senhora de Belém
  • Rua Senador Pinheiro Machado

-TRAJETO

  • Rua Marechal Floriano Peixoto
  • Rua XV de Novembro
  • Rua Capitão Rocha
  • Rua Padre Chagas
  • Rua Professora Leonídia
  • Rua Arlindo Ribeiro
  • Rua Brigadeiro Rocha
  • Avenida Prefeito Moacir Júlio Silvestre
  • Rua Presidente Getúlio Vargas
  • Rua Coronel Lustosa
  • Rua Quintino Bocaiuva
  • Rua Pedro Alves (HOSPITAL SANTA TEREZA)
  • Rua Jesuíno Marcondes
  • Rua Barão de Capanema (UPA BATEL)
  • Rua Barão do Rio Branco
  • Rua Padre Chagas
  • Rua Saldanha Marinho
  • Rua Frei Caneca (HOSPITAL SÃO VICENTE DE PAULO)
  • Rua Travessa da Independência
  • Rua Xavier da Silva
  • Rua Dezessete de Julho
  • Rua Flor de Liz (URGÊNCIA TRIANON)
  • Avenida Das Dálias
  • Rua Brigadeiro Rocha
  • Rua Domingos Marcondes
  • Rotatória (Sanepar)
  • Rua Maria Marcondes Ribas
  • Rua Cândido Xavier Silva
  • Rua Deputado Laura Sodré Lopes
  • Rua Raulino Gabriel de Cordova
  • Avenida Castelo Branco
  • Avenida Sebastião de Camargo Ribas
  • Rua Vereador Olinto Rosa Pimentel
  • Avenida Ivo Carli
  • Rua Jorge Alves Ribeiro (marginal)
  • Viaduto entrada Parque das Araucárias
  • Rua Alzino Carazzai
  • Rua Jorge Haag
  • Rua Luiz M. Pizzano (UPA PRIMAVERA)
  • Rua Alfredo Fabiane
  • Avenida Bandeirantes
  • Avenida Fortim Atalaia
  • Avenida Professora Laura Pacheco Bastos (HOSPITAL REGIONAL)
  • Viaduto à direita Xarquinho
  • Rua Portugal
  • Rua João Keller
  • Rua Marfim
  • Rua Vereador Frontino Lima
  • Rua Padre Jandir Luis Ferrari
  • Rua Juarez Martins
  • Rua Nelson Rocha Marcondes
  • Rua Mário Virmond (marginal 277)
  • Avenida Pedro Carli
  • Rua Padre Ivo Petry
  • Rua Carajás
  • Rua Antenor Pereira dos Santos
  • Rua Judite Bastos
  • Avenida Aragão de Mattos Leão Filho
  • Rua Wanda Kulka Moss
  • Rua Luis Cúnico
  • Rua Antenor R. Ribas
  • Rua Humberto Scorsin
  • Avenida Salvador Gomes
  • Rua Afonso Pena
  • Rua Marechal Dutra
  • Rua Guaíra
  • Rua Arlindo Antunes de Almeida (Compre mais)
  • Avenida Serafim Ribas
  • Rua Comendador Norberto
  • Rua Capitão Rocha
  • Rua Frederico Virmond
  • Rua Professora Leonidia
  • Rua Senador Pinheiro Machado
  • CHEGADA: Santuário Nossa Senhora de Belém.

***************Reportagem: Diocese de Guarapuava/Diopuava.org.br/

error: