Guarapuava receberá 1.170 doses da vacina da Pfizer

Além de Guarapuava, receberão as doses Curitiba, Ponta Grossa e Foz do Iguaçu, além de Araucária, Campo Largo, São José dos Pinhais, Colombo e Pinhais, na Região Metropolitana da Capital. Secretaria da Saúde considera a capacidade da rede de frio e a agilidade na aplicação das doses

A Secretaria de Estado da Saúde definiu nesta quarta-feira (19) a distribuição do terceiro lote da vacina Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 para nove municípios do Paraná. Receberão o imunizante Curitiba, Ponta Grossa, Guarapuava e Foz do Iguaçu, além de Araucária, Campo Largo, São José dos Pinhais, Colombo e Pinhais, na Região Metropolitana da Capital.

Ao todo, 39.780 doses serão encaminhadas nos próximos dias para continuidade do Plano de Vacinação Estadual. A distribuição deste imunizante considera a capacidade da rede de frio de cada cidade para armazenamento e, principalmente, a agilidade na aplicação das doses.

“A vacina da Pfizer exige cuidados específicos para conservação, além de prazos diferenciados tanto no armazenamento quanto na aplicação após o descongelamento. Por isso a secretaria sempre está avaliando a distribuição para possibilitar que esse imunizante chegue em todos os municípios que tiverem condições de recebê-lo”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

ARMAZENAMENTO

Segundo a farmacêutica norte-americana, cada frasco da vacina Pfizer/BioNTech possui seis doses e deve ser diluído em soro fisiológico para aplicação, além da necessidade do conjunto de seringas específicos de 1 ml.

O imunizante possui validade de até seis meses quando conservado em -80ºC a -60ºC. Se a vacina for mantida na temperatura -25ºC a -15ºC, a validade é de 14 dias. Quando “descongelada”, de 2ºC a 8ºC a durabilidade é de até cinco dias. Caso a vacina já tenha sido diluída no soro, a duração é de apenas seis horas.

Margely de Souza Nunes, diretora do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), explica como é o recebimento e o envio dessas vacinas.

“O Ministério da Saúde envia a vacina da Pfizer em temperatura média de -20ºC. O armazenamento no Cemepar é realizado nesta mesma temperatura no prazo máximo de duas semanas. Quando vamos distribuir para os municípios, retiramos a vacina dos ultrafreezers e mandamos os imunizantes em temperatura de 2ºC a 8ºC, mesma temperatura das demais vacinas. Com isso as cidades têm até cinco dias para aplicarem as doses”, disse.

GRUPO PRIORITÁRIO

As doses contemplam a primeira aplicação (D1) da vacina em pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e gestantes e puérperas com comorbidades.

“Embora as vacinas da Pfizer estejam vindo em pouca quantidade, essas doses irão auxiliar na continuação da vacinação no grupo prioritário de comorbidades, principalmente no atendimento a gestantes, visto que a vacinação neste grupo só pode ser realizada com a Pfizer ou a CoronaVac”, afirmou Beto Preto.

Confira a distribuição das doses por município:
Curitiba – 7.020
Ponta Grossa – 8.190
Guarapuava – 1.170
Foz do Iguaçu – 9.360
Araucária – 1.170
Campo Largo – 1.170
São José dos Pinhais – 4.680
Colombo – 3.510
Pinhais – 3.510
Total: 39.780 doses.

error: