Guarapuava recebe doses da vacina contra a Covid-19

De acordo com prefeito Celso Góes, serão priorizados os profissionais da saúde que estão na “linha de frente” do combate ao novo coronavírus; doses da região já foram distribuídas

As doses do imunizante CoronaVac, produzido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, chegaram em Guarapuava nesta terça-feira (19).

Em um primeiro lote, as 5.640 unidades da vacina foram fracionadas e distribuídas entre os 20 municípios que compõem a 5ª Regional de Saúde.

Pouco antes da chegada das doses, o prefeito de Guarapuava, Celso Góes, concedeu entrevista coletiva e destacou a importância do início da imunização.
“É uma luta de mais de dez meses. E o principal disso tudo é a esperança. Venceu a Ciência. Venceu o SUS [Sistema Único de Saúde]. Nós somos grandes defensores do SUS. E venceu principalmente o empenho das pessoas que estão nessa luta diariamente”, disse.

O município se preparou para distribuir as 1.533 doses da vacina entre 1.496 profissionais da saúde que estão na “linha de frente” do combate ao novo coronavírus e 37 idosos do SOS Airton Haenisch. Esse é o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Góes também destacou que, como ainda não existe tratamento para a doença, as medidas de prevenção ao vírus devem ser mantidas. “Temos que continuar usando máscaras, seguindo as orientações da etiqueta respiratória, usando álcool gel, lavando as mãos e mantendo o distanciamento social”, ressaltou o prefeito.

REGIÃO
Segundo os números da Sesa, a 5ª Regional de Saúde recebeu 5.640 doses da vacina, que foram distribuídas entre os municípios da região.

De acordo com Fernando Guiné, que representou a regional na chegada do imunizante, o primeiro lote será dedicado aos profissionais da saúde, indígenas e idosos em lares de longa permanência.

“Nós temos para a regional como um todo 5.640 doses, que serão distribuídas para Guarapuava e mais 19 municípios no total. Isso, proporcionalmente, para suprir essas prioridades”, pontua. “Esse é o trabalho e o desenho inicial.”

Guiné também ressaltou que o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr., e o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, estão atentos a todas as possibilidades para aquisição de novas doses da vacina.

“Tão logo nós tenhamos a sequência da liberação por parte do Instituto Butantã e depois da Fiocruz também, todas as medidas estão tomadas para que nós, na sequência, façamos com muita velocidade”, destacando a estratégia de logística do Paraná.

NÚMEROS
De acordo com a distribuição da Sesa, serão vacinados 3.114 profissionais da saúde nos municípios da 5ª RS, 276 idosos e 2.250 indígenas.

Inclusive, Nova Laranjeiras (1.776), Turvo (299) e Laranjeiras do Sul (175) são as únicas cidades com indígenas para serem vacinados nesta primeira fase.

Reportagem: Douglas Kuspiosz e Lucas Herdt

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.