Governo declara situação de emergência em Nova Tebas por estiagem

Segundo o prefeito do município, Clodoaldo Fernandes dos Santos, em nota encaminhada ao CORREIO, é lastimável ver os córregos e os rios da cidade secos

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior decretou nesta terça-feira (8) situação de emergência por conta da estiagem, em Nova Tebas.

De acordo com o documento, fica autorizada a mobilização de todos os órgãos para atuarem, sob a Coordenação Estadual da Defesa Civil, em uma ação conjunta pela falta de água.

O texto dispensa ainda licitações para contratos de aquisição de bens as atividades de resposta a estiagem. Outros seis municípios do Paraná também decretaram situação de emergência: Campo Largo, Campo Magro, Lapa, Rio Negro, São João do Triunfo e São José das Palmeiras.  

Atualmente, Nova Tebas tem dois caminhões pipa trabalhando para atender as comunidades rurais com a distribuição de água potável para o consumo humano. Para o prefeito da cidade, Clodoaldo Fernandes dos Santos, é triste ver a atual conjuntura do município.

“Temos acompanhado com muita tristeza os impactos que a estiagem tem causado no município, tanto na parte da agricultura e também ambiental, realmente é lastimável ver nossos córregos e rios secos”, conta.

Clodoaldo destaca ainda que muito dessa situação se dá pelas ações do homem na natureza e, que se isso não mudar, em um futuro não tão distante os efeitos nocivos dessas atitudes serão irreversíveis.

“Sabemos que toda essa situação está diretamente ligada as ações do ser humano, que a cada dia que passa, destrói a natureza. Não é necessário assistir na televisão o desmatamento e as queimadas irresponsáveis, basta olhar para o interior dos nossos municípios”, salienta.

******Texto Lucas Herdt, especial para CORREIO

error: