Energisa Sul-Sudeste emite nota de esclarecimento sobre situação em Guarapuava, em consequência de temporal

Técnicos da Energisa foram enviados imediatamente aos locais para os trabalhos emergenciais a fim de restabelecer a energia aos clientes afetados, seguindo todos os protocolos técnicos e de segurança

A Energisa Sul-Sudeste informa que o temporal, acompanhado de ventos fortes, que atingiu o município de Guarapuava na madrugada deste sábado (22 maio), ocasionou diversas ocorrências devido ao lançamento de objetos e galhos de árvores contra os fios e equipamentos de energia do sistema elétrico, provocando a interrupção no fornecimento de energia em alguns pontos da cidade.

Técnicos da Energisa foram enviados imediatamente aos locais para os trabalhos emergenciais a fim de restabelecer a energia aos clientes afetados, seguindo todos os protocolos técnicos e de segurança.

Quanto à ocorrência no bairro Batel, onde está instalada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a Energisa informa que após ser acionada pela unidade de saúde, técnicos da empresa foram enviados ao local e verificaram que o fornecimento de energia estava normal. Porém, a equipe identificou a presença de uma tela de proteção utilizada em obras, que foi lançada sobre a rede de média tensão durante o temporal da madrugada.

Após alinhamento entre os técnicos da Energisa e os responsáveis pela UPA em relação ao melhor horário para execução do serviço, o procedimento para a manutenção e retirada da tela foi realizado às 6h30 e durou 11 minutos.

A empresa reforça que mesmo diante do forte temporal registrado, com ventos de mais de 80 km/h, atuou de forma ininterrupta para regularizar o fornecimento de energia para todos os clientes afetados com segurança e rapidez.

(Foto: Secom)

ENTENDA

Os ventos fortes registrados esta madrugada em Guarapuava e região, fizeram muitos estragos.

O plantão da Defesa Civil foi acionado a partir das 4 horas da madrugada. Até o começa da manhã, foram feitos 10 atendimentos. 8 destelhamentos em residências, uma queda de árvore e ainda o trabalho de limpeza em via pública.

Os mais graves aconteceram no Boqueirão, próximo à Lagoa Dourada, onde uma enorme árvore caiu sobre o telhado de uma residência onde mora um casal de idosos. Usando lonas, o teto da casa foi coberto, evitando assim prejuízos materiais. No Jordão, Morro Alto e Xarquinho, 4 casas foram destelhadas. Uma no Jordão e outra no Xarquinho e duas no Morro Alto. A sede dos escoteiros com sede próxina ao Ginásio de Esportes, na Brigadeiro Rocha, ao lado do Ginásio de Esportes, também teve telhas arrancadas pelo forte vento. Antes que os equipamentos eletrônicos fossem perdido, prontamente a equipe da Defesa Civíl improvisou uma cobertura de lona, salvando computadores e outros objetos.

Na avenida Manoel Ribas em frente ao quartel, próximo à Igreja Assembleia de Deus, foi feita limpeza da da via.

Pela manhã o Corpo de Bombeiros ainda fazia o corte da árvore que caiu na residência do Boqueirão. Não houve registro de vítimas.

*********Com informações de assessoria da Energisa e Secom

error: