Edital de contratação de professores tem 4 mil inscritos em um dia

Em menos de 24 horas, número de inscritos se aproxima do total de vagas que o edital prevê. Provas serão realizadas no dia 13 de dezembro, nas cidades-sede dos Núcleos Regionais de Educação

Menos de 24 horas após o lançamento do Processo Seletivo Simplificado (PSS), cerca de 4 mil candidatos já se inscreveram no edital da Secretaria da Educação e do Esporte do Paraná, que seleciona professores temporários para 2021. O número de inscritos se aproxima do total de vagas que o edital prevê (4 mil, com possibilidade de ampliação). As inscrições se iniciaram na tarde de quarta-feira (11) e seguem até o dia 23 de novembro.

Neste ano, o processo seletivo tem uma novidade: será aplicada uma prova de conhecimento da área em que o candidato se inscrever e que pretende dar aula. A prova de títulos e o tempo de serviço – critérios utilizados em anos anteriores- continua sendo parte do processo de seleção.

Não haverá prova de redação e banca, como originalmente planejado. A decisão pela não utilização desses formatos de avaliação foi tomada após amplo diálogo com os professores. “Estamos aprimorando o processo de seleção dos profissionais da nossa rede, ao mesmo tempo em que mantemos a valorização dos que já contam com uma titulação e experiência e que compartilham de uma caminhada com a gente”, disse o secretário estadual da Educação e do Esporte, Renato Feder.

Cada candidato pode se inscrever em apenas um Núcleo Regional de Educação (NRE), podendo optar por até dois municípios do núcleo. Na sequência, poderá escolher uma ou duas funções, disciplinas, áreas do conhecimento ou eixos da educação profissional. O edital e os comunicados contêm mais informações sobre as ofertas.

PARTICIPAÇÃO E PROVAS 

Para participar, os candidatos deverão pagar taxa que varia de R$ 60,00 (para uma disciplina) a R$ 105,00 (para duas disciplinas).

As provas serão realizadas no dia 13 de dezembro, nas cidades-sede dos Núcleos Regionais de Educação (NRE). No dia da avaliação, serão adotadas normas rígidas de prevenção da Covid-19, seguindo protocolo da empresa que organiza a prova, além de determinações da Secretaria de Estado da Saúde.

TÍTULOS

Para facilitar as inscrições, o candidato deverá cadastrar seus documentos em ambiente virtual, que vai permitir anexar os títulos. Esses documentos vão representar até 40 pontos do processo de seleção, valendo diplomas de pós-graduação, como de especialização, mestrado ou doutorado.

A prova de títulos vai compreender, também, o tempo de serviço – cada ano de magistério vai contar três pontos, com máximo de 21 pontos (dentro dos 40 totais).

A quantidade de questões das provas vai depender da quantidade de disciplinas/eixos tecnológicos selecionados na inscrição. O tempo máximo para realização da prova também vai depender das opções selecionadas na inscrição.

GRUPOS DE RISCO

Parte dos profissionais selecionados substituirá professores do grupo de risco da Covid-19 sem possibilidade de atuar presencialmente. Entretanto, a prova e a seleção estão abertas a todos os profissionais, inclusive aos candidatos do grupo de risco.

A realização da prova seguirá todo um protocolo de segurança aprovado pela Secretaria de Estado da Saúde. A classificação do profissional do grupo de risco está garantida e será mantida – e ele será chamado assim que acabar a situação emergencial da pandemia.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.