PRF detém seis pessoas nesta quinta-feira (20) em Guarapuava

Foram quatro crimes de trânsito, um cumprimento de mandado de prisão e um por utilizar documento falso

A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou uma intensa fiscalização nesta quinta-feira (20), em Guarapuava. No total, 237 pessoas e 214 veículos foram fiscalizados.

Na parte da manhã, na Unidade Operacional (UOP) Guará, a PRF realizou a Operação de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Essa é uma operação que ocorre em todo o país e visa a orientar caminhoneiros a efetuar a denúncia, através do disque 100, sempre que se depararem com crianças ou adolescentes em situação de risco.  

Durante a atividade, uma condutora foi flagrada violando a suspensão do seu direito de dirigir, um crime previsto no código de trânsito brasileiro com pena de detenção, de seis meses a um ano, além de multa no valor de R$ 880,41 e a cassação da CNH.

Também nesse período, um motorista de caminhão foi flagrado dirigindo uma carreta, veículo que exige habilitação de categoria específica para conduzir. De acordo com a PRF, como não era habilitado para esse tipo de veículo, o homem comprou uma habilitação falsa e a apresentou aos policiais rodoviários federais. 

Nas consultas aos sistemas foi verificada a fraude, e dado voz de prisão em flagrante ao infrator, que responderá pelo crime de uso de documento falso, com pena prevista de dois a seis anos de prisão e multa. 

Além disso, a carreta estava com excesso de peso, em mau estado de conservação, e, após expedidas as notificações, que somaram mais de R$ 1.980,92, foi recolhida ao pátio e só será liberada após regularização. 

 O preso foi encaminhado para a Polícia Federal de Guarapuava. 

MAIO AMARELO

Ao sair da Polícia Federal os PRF iniciaram um Comando de Educação para o Trânsito nas ações do Maio Amarelo. 

Já no início da atividade um motorista (42 anos) foi abordado, e contra ele constava um mandado de prisão em aberto pelo crime de lesão corporal qualificada. Além disso, ele não possuía habilitação para conduzir veículo automotor. O mandado foi cumprido e os policiais rodoviários federais encaminharam o cidadão para a Cadeia Pública de Guarapuava. O veículo foi recolhido ao pátio para regularização.

Ao retornar as fiscalizações, ainda foram flagrados dois condutores sob efeito de álcool. Segundo a PRF, os testes do bafômetro acusaram índices altíssimos, configurando crime do artigo 306 do Código de Trânsito, e também infração de trânsito. 

Foram presos em flagrante e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Guarapuava. Também foram autuados na esfera administrativa. 

Por fim, mais um condutor foi flagrado dirigindo com a CNH suspensa, e como na abordagem do início do dia, foi registrado o crime e a infração correspondente. O carro foi recolhido ao pátio, por não estar devidamente licenciado.

****PRF/com edição****

error: