Polícia Militar deflagra ‘Operação 32 anos’, com ações na região de Guarapuava; 20 pessoas foram presas

De acordo com o comandante do 16° Batalhão de Polícia Militar (BPM), major Cristiano Cubas, a operação faz alusão aos 32 anos de funcionamento do Batalhão, que atua em 24 municípios

O 16° Batalhão de Polícia Militar (BPM) deflagrou, nesta sexta-feira (11), a “Operação 32 anos” na região de Guarapuava. Foram cumpridos 44 mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão. O nome faz alusão aos 32 anos de funcionamento do Batalhão na “terra do lobo bravo”. Hoje, a abrangência da unidade é de 24 municípios. 

De acordo com o comandante do 16° BPM, major Cristiano Cubas, o efetivo foi composto pelo Pelotão de Choque, Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), Patrulha Rural e Rádio Patrulha. “É um grande trabalho de segurança pública”. 

O balanço da operação mostra que 20 pessoas foram presas na região; outras 104 foram abordadas, assim como 26 veículos. Há registro de 297 gramas de maconha e 4 gramas de cocaína apreendidos durante a ação. 

Mas, o maior volume de apreensões refere-se às armas de fogo. Foram retirados de circulação 17 armamentos e uma grande quantidade de munições de calibres variados – 93 cartuchos .38, 159 cartuchos .22, 16 cartuchos .12, nove cartuchos .44, quatro cartuchos . 32 e um cartucho .36. 

O 16° BPM também aponta que foi apreendida uma quantia de R$ 173.750 durante a “Operação 32”, em toda a área de atuação da unidade. 

error: