Obras que beneficiam mais de 100 famílias em Prudentópolis chegam a 90% de execução

Serão beneficiadas 114 famílias. Projetos envolvem a construção e reforma de 89 casas para famílias carentes, 25 imóveis financiados para a população em geral e obras de infraestrutura

Com um investimento de quase R$ 9 milhões, viabilizados pelo Governo do Estado, as obras de 114 moradias em Prudentópolis já atingiram 90% de execução. Técnicos da Cohapar estiveram na cidade nesta quarta-feira (5) para acompanhar os trabalhos.

Os projetos envolvem a construção de 25 casas financiadas para a população em geral, na Vila Torres, além de outras 89 para famílias carentes do município, na Vila Santana. Ambos contam com a participação da prefeitura de Prudentópolis e são executados por construtoras licitadas pela Cohapar, com fiscalização da companhia.

De acordo com o chefe do escritório regional da Cohapar Elmar Vornes, a obra na Vila Torres está em fase final. “O cronograma já alcançou 90% de conclusão e a expectativa é de que o conjunto seja concluído até o fim de maio”, informa Vornes.

Com o fim do prazo se aproximando, a Cohapar iniciará nas próximas semanas o processo de comercialização das moradias, que são destinadas a famílias com renda de um a seis salários mínimos. “Quem se inscreveu até o dia 30 de abril pode ser selecionado para essas unidades, desde que se encaixe nos critérios do programa Casa Fácil Paraná”, explica o chefe do escritório.

A seleção será feita entre as mais de 1.800 famílias inscritas no cadastro de pretendentes da companhia. Além do critério de classificação por renda, a prioridade de atendimento será para pessoas com menor poder aquisitivo, residentes em áreas de risco ou em situações precárias, que pagam aluguel oneroso, pessoas com deficiência, idosos e mulheres chefes de família.

Entre as vantagens do projeto estão a isenção de cobrança de valor de entrada, juros imobiliários menores do que os de mercado e financiamento em até 30 anos diretamente com a Cohapar.

REQUALIFICAÇÃO URBANA

O segundo projeto em andamento no município é coordenado pela Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, em parceria com a Cohapar e o município de Prudentópolis, com recursos financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O foco é o atendimento de famílias em situação de vulnerabilidade social previamente cadastradas no programa Nossa Gente Paraná, da Secretaria da Justiça, e selecionadas pela equipe de assistência social da Prefeitura de Prudentópolis. 

Segundo o chefe da regional, a obra tem previsão de entrega para 10 de agosto deste ano. “A obra também já está bem próxima dos 90% de conclusão”, comenta Vornes. “Vamos entrar na fase de pavimentação, que é uma etapa que gera bastante evolução no trabalho”.

A construção faz parte de um modelo chamado de requalificação urbana, focado em assentamentos precários, com a construção de novas unidades habitacionais, reforma de moradias já existentes que estejam em condições e sejam passíveis de regularização, obras de infraestrutura e urbanização e regularização fundiária dos lotes remanescentes.

Os moradores que precisam deixar as casas a serem reformadas recebem uma ajuda de custo para custeio do aluguel temporariamente, por meio da Secretaria da Justiça. Ao final do processo todas recebem as casas novas de graça.

“Só temos a agradecer por esses empreendimentos, que além de garantir uma vida digna para essas famílias, trouxeram oportunidade de emprego para trabalhadores locais e também impulsionaram o crescimento do comércio, com a compra dos materiais”, avalia o prefeito de Prudentópolis, Osnei Stadler. “Com as entregas, a expectativa é a melhor possível para o município, ainda mais nesse cenário de pandemia que estamos vivendo”.

error: