Número de casos e óbitos por Covid-19 segue aumentando na região

Dois novos óbitos foram registrados em Pinhão e Turvo, um em Prudentópolis; além disso, Pinhão já ultrapassou os 150 casos ativos

A Prefeitura de Prudentópolis divulgou novos diagnósticos positivos de Covid-19. De acordo com o boletim de segunda (15), há 75 casos ativos. Desde o início da pandemia, a cidade já contabilizou 1.222 diagnósticos e 1.121 recuperações.

O município também registrou uma nova morte em decorrência de complicações do coronavírus. A vítima é uma mulher (78 anos) que residia na área urbana da cidade.

Segundo informações da Prefeitura, ela estava internada em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Segundo o último boletim divulgado, a cidade contabilizava 26 óbitos por Covid-19. 54 prudentopolitanos estão aguardando o resultado do exame RT-PCR e nove continuam hospitalizados – um em UTI e oito em enfermaria.

PINHÃO

Pinhão segue com alta nos casos ativos da doença. Ao todo, há 157 pessoas infectadas com o vírus.

A 22ª e 23ª morte por coronavírus foram registradas na segunda-feira. A primeira vítima (36 anos) não possuía comorbidades e faleceu no Hospital Regional de Guarapuava. O segundo paciente estava internado no Hospital São Vicente, também em Guarapuava.

Mais de 20 pinhãoenses continuam internados, 15 no Hospital Santa Cruz e seis no Hospital Regional. A cidade já confirmou 23 falecimentos por causa da doença.

TURVO

Conforme o boletim divulgado pela Prefeitura de Turvo, a cidade conta com um dos menores números de casos ativos e óbitos entre os municípios vizinhos. Atualmente, há 35 casos ativos e cinco óbitos em decorrência do vírus.

Contudo, dos cinco falecimentos registrados, dois foram contabilizados durante a segunda-feira. Sete novos casos foram confirmados e 15 pacientes foram liberados do isolamento domiciliar.

Dois pacientes continuam hospitalizados, um em UTI e um em enfermaria.

Desde o início da pandemia, o município já registrou 987 casos positivos de Covid-19. Destes, 952 se recuperaram.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.