Família de homem encontrado morto no Parque do Lago fará liberação do corpo

O IML informou ao CORREIO que a irmã de José Ely Pereira Rodrigues Filho entrou em contato com o órgão, mas que não pode se deslocar a Guarapuava; a liberação será feita por procuração

A família de José Ely Pereira Rodrigues Filho, que foi encontrado morto no Parque do Lago no último sábado (17), já realizou os trâmites para a liberação do corpo.

O CORREIO entrou em contato com o Instituto Médico-Legal (IML) na tarde desta quarta-feira (21) para atualizar as informações sobre o caso. De acordo com o Instituto, uma irmã de José Ely entrou em contato com o órgão.

A mulher mora em Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná. No entanto, ela é idosa e não pode se deslocar até Guarapuava. O IML repassou à reportagem que a liberação do corpo será realizada por conhecidos do homem, por meio de uma procuração assinada pela irmã.

As informações passadas ao CORREIO são de que José Ely não tem mais parentes na cidade onde nasceu, em Alegrete (RS). Ele teria vendido tudo o que tinha no município e vindo para o Paraná.

Ainda não há informações sobre o local em que ele será sepultado.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.