Campanha quer ajudar família vitimada pela covid-19 que perdeu casa em incêndio

Luzia Maciel dos Santos perdeu seu marido para o novo coronavírus no dia 22 de novembro; sua casa pegou fogo na última quarta-feira (25)

Familiares e amigos da família Maciel estão arrecadando, por meio de uma vaquinha solidária, uma ajuda financeira a dona Luzia Maciel dos Santos. A senhora, infectada pela Covid-19, perdeu seu marido para a doença e sua casa para um incêndio.

Após dar entrada no Hospital Regional (HR) de Guarapuava, o casal teve que ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Pedro Leal dos Santos (71 anos), por complicações da diabetes e hipertensão, não resistiu ao coronavírus e faleceu no dia 22 de novembro.

Luzia (57 anos) ficou alguns dias em coma e venceu a Covid-19, recebendo alta nesta segunda-feira (30).

Nesse meio tempo de internamentos e perdas, a casa em que o casal morava pegou fogo na última quarta-feira (25). Daniele Martins (30 anos) é amiga da família há mais de 30 anos e é a organizadora da Vakinha Virtual. Daniele conta que é de fundamental importância que todos colaborem, não importando o valor doado.

“No meio de tudo isso, a casa deles pegou fogo e perderam tudo, então foi um baque para nós. Eles são muito humildes e não têm condições de fazer uma residência, principalmente em um piscar de olhos”, explica.

De acordo com a organizadora da vaquinha, a situação é muito triste e, como se sente parte da família, sentiu a necessidade de ajudar Luzia.

“Como eu fui criada, praticamente, com eles, eu me coloquei à disposição de ajudá-los. Sem contar que eles, de certa forma, são a minha família também. Daí fiz uma vaquinha online para arrecadar um dinheiro para fazer a casa, porque não sobrou nada”, ressalta.

Ela pontua que não é somente por meio da vaquinha que a população pode ajudar a idosa e que outras ações estão sendo feitas para arrecadar fundos. “Além da Vakinha Virtual, nós estamos com uma rifa de uma cesta de Natal, e essa semana vai entrar outra rifa também. Tanto as duas rifas como a vakinha serão em prol da construção da casa mesmo”, diz Daniele.

ARRECADAÇÃO
Martins afirma que tudo foi destruído pelas chamas no incêndio do dia 25 de novembro e que agora, além das doações financeira, outras ajudas são bem-vindas.

“Nesse momento, estamos precisando também de uma máquina e caçambas para remover os entulhos que sobraram da casa. Todas as paredes tricaram, então está muito perigoso para alguém ir lá demolir, por isso precisamos dessas máquinas”, salienta.

Com a ajuda de todos, Daniele explica que será possível trazer um novo lar à Luzia e um vida melhor para ela. “Hoje, precisamos mesmo de materiais de construção e ajuda financeira. Móveis e roupas foram arrecadadas bastante. Tanto que, por exemplo, foram ganhados uns três fogões a gás. Então, com mais umas coisas nós vamos fazer um bazar beneficente”, finaliza.

SERVIÇO
Para fazer alguma doação pela Vakinha Virtual basta entrar no link vaka.me/1564743.

Outras doações e quaisquer dúvidas podem ser esclarecidas com a própria Daniele pelo telefone e WhatsApp (42) 9 8418-2042.

***********Texto/reportagem: Lucas Herdt, especial para CORREIO

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.