Apoio do Estado melhora a qualidade de vida em Bituruna

Bituruna recebeu, desde janeiro de 2019, um total de R$ 6 milhões em liberações, via Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas do Tesouro do Estado e Operações de Crédito, com contrapartidas municipais. Os recursos viabilizaram a realização de 24 ações na cidade

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, que atua no apoio à melhoria das condições de vida nos municípios, foca seu trabalho na implantação de infraestrutura de qualidade e, ainda, na criação de oportunidades para os cidadãos. A ideia é de financiamento de projetos duradouros.

Um dos exemplos vem do município de Bituruna, que recebeu a liberação de R$ 1,05 milhão para o recapeamento asfáltico de 8.460,48 metros quadrados de ruas. Na elaboração de um projeto de pavimentação diversas características devem ser consideradas. A proposta inclui a execução dos serviços preliminares, terraplenagem, implantação de base e sub-base, drenagem, aplicação do revestimento asfáltico, meio-fio, serviços de urbanização e sinalização de trânsito.

“Além de inclusivo, um projeto precisa ser sustentável, ambientalmente correto, garantir a acessibilidade em espaços mais seguros e adequados à convivência”, destaca o o secretário da pasta, João Carlos Ortega. “Um projeto bom leva à população benefícios que vão muito além da sua proposta inicial. Quando a melhoria de uma via pública é aprovada, também ocorre a criação de empregos e renda. Os bons projetos são inclusivos pelo benefício direto que oferecem às pessoas e pelas transformações que proporcionam à vida da sociedade”.

Bituruna recebeu, desde janeiro de 2019, um total de R$ 6 milhões em liberações, via Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, do Tesouro do Estado e Operações de Crédito, com contrapartidas municipais. Os recursos viabilizaram a realização de 24 ações como a aquisição de dois terrenos – um para conjunto habitacional e outro para área industrial –, um projeto de pavimentação, dois de recapeamento, construções de uma capela mortuária e de um centro de convivência.

O recurso foi aplicado, também, na reforma de uma escola, melhorias em um parque urbano, aquisição de um automóvel, um caminhão e equipamentos de informática, além da contratação de serviços para a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM)

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.