Acidentes na BR 277, em Guarapuava, deixam mortos neste domingo (10)

De acordo com a PRF, por volta das 11h25, uma grave colisão entre um Golf e uma Equinox deixou um morto. Mais tarde, às 18h40, um caminhoneiro morreu após um capotamento no km 327 da rodovia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou dois graves acidentes na BR 277, em Guarapuava, durante esse domingo (10).

Segundo o relatório encaminhado à imprensa, a primeira situação ocorreu por volta das 11h25, na altura do km 359 da rodovia. 

Um veículo VW/Golf, conduzido por um homem (52 anos), após uma tentativa de ultrapassagem em local proibido, colidiu frontalmente com uma GM/Equinox. 

“Com a violência do impacto, a GM/Equinox veio a capotar e o motor do VW/Golf soltou-se do veículo e foi arremessado na via, vindo a atingir um terceiro veículo, uma GM/S10, que transitava no mesmo sentido do Golf”, diz em nota a PRF. 

O motorista do VW faleceu no local; o passageiro do veículo sofreu apenas ferimentos leves e recusou atendimento médico. 

Na Equinox, a polícia rodoviária relata que o condutor não se feriu. Mas, os passageiros – esposa, filha e dois netos do motorista – tiveram lesões leves e foram encaminhados para um hospital de Guarapuava. 

De acordo com a PRF, o condutor e passageiros da S10 não tiveram nenhuma lesão, mas a caminhonete foi recolhida por estar com débitos de licenciamento. 

“O veículo VW/Golf possui mais de oito mil reais em autuações notificadas e foi recolhido ao pátio conveniado por falta de responsável legal no local”, completa a polícia.

CAMINHÃO

Já na tarde de domingo, por volta das 18h40, um caminhoneiro (38 anos) morreu após um capotamento no km 327 da BR 277, também em Guarapuava. 

Divulgação/PRF

A PRF relata que o veículo Ford/Cargo se deslocava sentido a Ponta Grossa quando, em uma curva, o condutor perdeu o controle da direção e saiu da pista. 

“Com a violência do impacto, a cabine do caminhão foi esmagada completamente”, relata a polícia rodoviária, pontuando que o motorista faleceu no local. 

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.