Saúde mental será principal bandeira do vereador eleito Wilson Anciuti

Em entrevista concedida ao CORREIO, o parlamentar do PSL explica que boa parte da sua vida profissional foi dedicada à área da saúde, e que buscará atender as demandas desse setor

O vereador eleito Wilson Anciuti (PSL) é um dos 11 parlamentares que assumirão, a partir de janeiro, o primeiro mandato na Câmara de Guarapuava.

Ele concorreu pelo Partido Social Liberal (PSL) e conquistou 877 votos, que garantiram uma das 21 vagas do Legislativo.

Em entrevista concedida ao CORREIO, Anciuti diz que as principais bandeiras do seu trabalho serão a saúde mental e a questão da dependência química. Isso porque, são áreas em que atua há cerca de 20 anos na famosa “terra do lobo bravo”.

Profissionalmente, Wilson foi lavrador e, em 1996, começou um curso de auxiliar de enfermagem. Depois de formado, trabalhou no antigo setor de psiquiatria do Hospital Santa Tereza e, desde 2005, é servidor público municipal, passando por instituições como Urgência do Trianon, o Programa Saúde Mental (Prosam) e pelos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) II e AD, em que está lotado até hoje.

“O carro-chefe da minha campanha foi a saúde mental e a dependência química, pelo tempo que eu trabalho nessas duas áreas”, cita o vereador eleito. “Hoje, se você notar, Guarapuava tem um índice de suicídios muito grande, pela nossa região, e a gente tem que melhorar isso”.

DEMANDA
De acordo com Anciuti, a cidade não possui leitos psiquiátricos no momento. Assim, quando surge a necessidade de um internamento dessa natureza, o paciente precisa ser encaminhado para outras regiões do Paraná.

“É um custo muito grande para o nosso município, porque envolve motorista, ambulância… é um gasto que o nosso município tem”, citando a necessidade de trazer uma unidade para atender em Guarapuava.

Além disso, o parlamentar cita outras demandas nas áreas de infraestrutura, educação e esporte. “Também tenho ideias para a minha Vila Jordão, que é a minha casa”, diz. Para ele, são necessárias melhorias na avenida Vereador Rubens Siqueira Ribas.

Em conversa na sede do jornal, vereador eleito destaca que a campanha deste ano foi muito diferente das anteriores (Foto: Cristiano Martinez/Correio)

CAMPANHA
Wilson concorreu nas eleições de 2016, mas os 671 votos não foram suficientes para conquistar uma cadeira na Câmara. Agora, com apoio de 877 eleitores, garantiu sua vaga.

Inclusive, o vereador eleito destaca que a campanha deste ano foi muito diferente das anteriores. Houve uma grande abstenção de votos e a pandemia da Covid-19 trouxe a necessidade de cuidados sanitários.

PARTIDO
Anciuti também afirma que recebeu do deputado estadual Artagão Jr. (PSB) o convite para integrar as fileiras do PSL. “A gente teve uma conversa muito séria, muito franca, e eu vi que ali eu tinha a possibilidade de uma eleição concretizada”, acrescenta.

A legenda elegeu, além de Wilson, o médico Rodrigo Crema, que está cumprindo mandato na atual legislatura. “Fico grato, fico feliz, agradeço pelos 877 votos que eu tive, de pessoas que me conhecem e confiaram seu voto”.

error: