Reeleito, Marcelinho diz que irá trabalhar pelos bairros e pela Saúde de Guarapuava

Iniciando a série de entrevistas do CORREIO com os vereadores eleitos, Marcelinho (DEM) faz um balanço do seu primeiro mandato, que termina em dezembro, e projeta sua atuação na Câmara nos próximos quatro anos; nas urnas, o democrata recebeu 1.136 votos

Nas próximas semanas, diariamente, o CORREIO publicará uma série de entrevistas com os vereadores eleitos na famosa “terra do lobo bravo”, apresentando-os à comunidade guarapuavana.

Iniciando nesta terça-feira (17), o parlamentar entrevistado é Anderson Marcelo de Lima (41 anos), o Marcelinho (DEM), morador do bairro Dos Estados que foi reeleito com 1.136 votos e irá para o segundo mandato no Legislativo Municipal.

Para o democrata, foi possível compreender o sistema político durante a legislatura que se encerra em dezembro, além de desenvolver um trabalho voltado para a comunidade.

Entre as ações de seu primeiro mandato ele cita a viabilização de R$ 11 milhões para o Cancer Center, através de uma emenda do então deputado federal Osmar Bertoldi (DEM), a aquisição de um “Castramóvel”, no valor de R$ 125 mil, uma ambulância por meio do deputado estadual Plauto Miró (DEM), de R$ 170 mil, e mais uma destinação de R$ 500 mil para a Saúde de Guarapuava, também por Bertoldi.

“Eu acho que eu consegui trazer um resultado positivo para a comunidade”, diz Marcelinho, ressaltando as dificuldades encontradas na campanha em meio à pandemia do novo coronavírus. “Levamos o resultado do nosso trabalho, e o eleitor entendeu que nós poderíamos seguir. Depositou o voto de confiança”.

TRABALHO
Ainda durante o seu primeiro mandato, Marcelinho foi eleito 3° secretário da Mesa Executiva da Casa de Leis, função que desempenha até o fim deste ano. Em linhas gerais, ele acredita que está sendo um importante aprendizado, e que é preciso buscar o diálogo.

“Não vejo diferença de partidos, nem esquerda, nem direita. Eu converso com os vereadores e tenho um bom relacionamento com todos. É muito importante na política o diálogo”.

Fazendo uma projeção para os próximos quatro anos, Marcelinho afirma que espera dar continuidade no seu trabalho pela Saúde, e que é preciso olhar para os bairros de Guarapuava. “Eu não sou um vereador de gabinete. Eu fico atuando nos bairros, ouvindo a população”.

Em Guarapuava, Marcelinho também é presidente do diretório municipal do Democratas (DEM) – Foto: Samilli Penteado/Correio

RELACIONAMENTO
Em Guarapuava, Marcelinho também é presidente do diretório municipal do Democratas (DEM), partido que lançou Vitor Hugo Burko como candidato à Prefeitura de Guarapuava.

Apesar disso, o vereador diz que espera conversar com o prefeito eleito, Celso Góes (Cidadania), sobre o projeto que será posto em prática na cidade.

LEGISLATURA
Dentro da Câmara, além de Marcelinho, outros nove parlamentares conseguiram a reeleição no pleito do último domingo. Ou seja, 11 novos edis assumirão cadeira no Legislativo de Guarapuava em janeiro de 2021. “Esperamos que todos consigam fazer um trabalho voltado para a população”, finaliza o democrata.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.