Prefeito sanciona lei que autoriza adesão ao consórcio para compra de vacinas

O projeto, enviado em regime de urgência, foi aprovado por unanimidade

O prefeito de Guarapuava, Celso Góes, sancionou nesta sexta-feira (12) o projeto de Lei nº 7/2021, que autoriza o município a ingressar no Consórcio Nacional para compra de vacinas contra a Covid-19. Além de viabilizar a aquisição de vacinas, o consórcio terá como objetivo facilitar a compra de insumos, medicamentos e equipamentos.

“A aprovação desse projeto é motivo de grande felicidade. O consórcio será o mecanismo para compra de vacinas, com ela disponível conseguiremos reverter, gradativamente o colapso no sistema de saúde. Nós continuaremos lutando de todas as maneiras para que as vacinas cheguem mais rapidamente aos nossos guarapuavanos”, enfatizou o prefeito.

O projeto, enviado em regime de urgência, foi aprovado por unanimidade. O texto foi votado em primeira discussão em sessão ordinária e em segunda discussão em sessão extraordinária nesta quinta-feira (11).

Para o presidente do Legislativo, João Napoleão a aprovação rápida do projeto, que coloca Guarapuava entre os 1.700 municípios brasileiros que aderirão ao consórcio, é um reconhecimento a urgência e a preocupação com a população do município.

”A prioridade que demos à votação, mostra a preocupação dos demais vereadores com a urgência necessária, para um importante momento, para que logo a vacina esteja disponível a todas as pessoas”, disse João Napoleão.

As informações são da Secretaria de Comunicação (Secom) de Guarapuava.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.