Deputados defendem aprovação do piso nacional da enfermagem

O projeto estabelece que o valor do piso para enfermeiros seja de R$ 7.315,00; Para os técnicos o valor deve ser de 70% sobre o piso do enfermeiro (R$ 5.120,50) e para auxiliares é de 50% (R$ 3.657,30), todos com base em jornada de trabalho de 30 horas

Nesta segunda-feira (7), o deputado Michele Caputo (PSDB) pediu o apoio dos parlamentares para o projeto de lei 2.564/2020, que está tramitando no Senado Federal e estabelece o piso nacional para enfermeiros e técnicos de enfermagem.

“Nessa pandemia, ficou evidenciada a importância de todos os profissionais de saúde, em especial a classe de enfermagem, que cuidou dos nossos entes queridos nos momentos mais difíceis. Sem eles, a pandemia teria sido muito mais difícil”, disse o deputado.

Michele Caputo anunciou também que está colhendo assinaturas para uma moção de apoio ao projeto, para demonstrar o apoio do Legislativo estadual à categoria dos enfermeiros.

“Vamos ficar até terça colhendo assinaturas. Já são 18 deputadas e deputados juntos nesta causa. Temos o dever de nós somarmos para prestigiar essa valorosa classe da enfermagem”, afirmou.

Já assinaram o documento os deputados: Michele Caputo, Alexandre Amaro (Republicanos), Arilson Chiorato (PT), Goura (PDT), Luiz Claudio Romanelli (PSB), Cobra Repórter (PSD), Subtenente Everton (PSL), Cristina Silvestri (CDN), Luciana Rafagnin (PT), Soldado Fruet (PROS), Maria Victória (PP), Cantora Mara Lima (PSC), Boca Aberta Júnior (PROS), Requião Filho (MDB), Nelson Luersen (PDT), Galo (PODE), Tercilio Turini (CDN) e Delegado Recalcatti (PSD).

No projeto, o valor do piso para enfermeiros é de R$ 7.315,00. Para os técnicos, é de 70% sobre o piso do enfermeiro (R$ 5.120,50) e para auxiliares é de 50% (R$ 3.657,30), todos com base em jornada de trabalho de 30 horas. Acima desta carga horária, terá correspondência proporcional.

(Assembleia Legislativa do Estado do Paraná)

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.