Câmara aprova proposta de Dominico e Vardinho para entrega de merenda pelo transporte escolar

Projeto autoriza a Prefeitura de Guarapuava utilizar o transporte escolar para entrega de material didático e merenda às crianças carentes que não têm acesso a internet e condições de deslocamento para buscar a refeição

A Câmara Municipal de Guarapuava aprovou, nesta terça-feira (13), projeto de lei, de autoria dos vereadores Vardinho (Cidadania) e Danilo Dominico (Podemos), que autoriza o executivo municipal utilizar o transporte escolar na entrega de materiais didáticos e merenda para famílias carentes do município, que não possuem acesso à internet e não tem condições de buscar os alimentos nas escolas. A proposta teve aceitação unânime dos vereadores e vereadoras, sendo votada também em sessão extraordinária para envio imediato para sanção do executivo.

Para o vereador Danilo Dominico, o Legislativo faz sua parte, buscando alternativas para o transporte escolar e garantindo os estudos e alimentação para quem necessita. “Desde o início da pandemia o transporte escolar enfrenta dificuldades com a paralisação das aulas. Incluir, em regime provisório, para fazer esta entrega, é um caminho para tentar amenizar os prejuízos. Além disso, garantimos que muitas crianças não percam a oportunidade de estudar e de ter uma fonte de alimento importante que é a merenda. Por isso, conversamos com o Secretário de Educação, Pablo Almeida, que tem sensibilidade nesta questão e está disposto a fazer todos os esforços para colocar em prática e formulamos a proposta, trazendo ao plenário”, disse o vereador.

Para Dominico, o Legislativo faz sua parte, buscando alternativas para o transporte escolar e garantindo os estudos e alimentação para quem necessita (Foto: Assessoria)

Durante a defesa do projeto, Vardinho destacou a necessidade das famílias em receber este apoio. “Muitas destas famílias fazem a única refeição do dia, quando vão até a escola estudar”, ressaltou o vereador, ao agradecer o secretário Pablo Almeida pela disponibilidade em debater o tema, além de pedir apoio dos demais vereadores e vereadoras para a questão.

Com a aprovação do PL, em duas votações pelo Legislativo, a proposta segue para análise e sanção do prefeito Celso Góes.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.