Sob novo decreto municipal, CAD inverte mando de jogo na Série Prata 2021

A próxima partida do Clube Atlético Deportivo pelo Campeonato Paranaense estava marcada para ocorrer no sábado (22), em Guarapuava, no Ginásio Joaquim Prestes. Mas o clube guarapuavano optou por trocar o mando e, assim, viajará para Fazenda Rio Grande

Diante de novo decreto municipal, que entrará em vigor à zero desta quarta-feira (19 maio), a diretoria do Clube Atlético Deportivo (CAD)/Guarapuava se viu obrigada a lançar mão de alternativas para não ficar sem jogar no Campeonato Paranaense da Série Prata.

É que, segundo a nova determinação da Prefeitura de Guarapuava, “fica proibida, entre os dias 19 (dezenove) à 31 (trinta e um) de maio de 2021, a prática coletiva de atividades esportivas, lazer e recreação, em espaços públicos (parques, praças, dentre outros) e privados”, diz o texto do decreto 8. 725/2021.

Desse modo, o CAD não pode treinar e tampouco participar de jogos em locais públicos de Guarapuava. Neste sábado (22 maio), a equipe guarapuavana entraria em quadra no Ginásio Joaquim Prestes, o Joaquinzão, para enfrentar o Fazenda pela 5ª rodada da 1ª fase da Série Prata.

Para driblar a restrição, a diretoria do Time de Guerreiros optou por inverter o mando de campo. Ou seja, ao invés da partida ser realizada na “terra do lobo bravo”, ficará para a casa do adversário, no município de Fazenda Rio Grande. É muito provável que será no mesmo sábado, às 19h. “É só a homologação da Federação ocorrer”, explica a diretoria guarapuavana.

Aliás, já consta no site da Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS) a alteração: Fazenda x CAD, no sábado (22), às 19h30, no Ginásio Gurizão, em Fazenda Rio Grande.

Segundo um dos integrantes da diretoria do CAD, Walasse Farias Gonçalves, havia a possibilidade de a equipe não jogar ou de mandar suas partidas em municípios vizinhos. Mas tanto um quanto outro são opções inviáveis. “Para nós, a paralisação é muito prejudicial. Principalmente pela questão de parar o campeonato”, informando que o jogador parado na Casa do Atleta gera despesas diárias (alimentação, estadia etc.). Ou seja, tem um impacto organizacional significativo.

Já a viagem para as redondezas tem o entrave de logística. “Muito além da partida, tem estrutura: placa de patrocinador, deslocamento, enfim, se tornaria de grande empecilho”, destacando que a melhor solução encontrada para resolver o imbróglio foi a inversão de mando.

No entanto, Gonçalves reconhece que jogar tanto tempo fora de casa também é um fator prejudicial para o clube guarapuavano. Até aqui, em quatro rodadas disputadas na Série Prata, o CAD fez apenas uma partida no Joaquinzão, na vitória de 3 a 2 diante do Medianeira. O restante foi fora, contra AAEMA/Mariópolis, Apaf e São Lucas.

REFORÇO
Para os próximos dias, Gonçalves afirma que o CAD deve anunciar um novo reforço ao elenco de jogadores. Segundo ele, é um atleta que quer voltar para Guarapuava.

No entanto, a batida do martelo final dependerá da chegada de um apoiador para ajudar na contratação.

Imagem da camiseta comemorativa de 25 anos do CAD (Foto: CAD)

CAMISETA
Em 2021, o CAD completou 25 anos de história. Para celebrar a data especial, o clube anunciou em suas redes sociais o lançamento de uma camiseta especial.

Com material exclusivo, o manto sagrado será produzido em edição limitada e estará, em breve, na Casa Esporte. “Para registrar esta data especial, lançamos este modelo especial e exclusivo em dri-fit para você adquirir e ajudar o financeiro do clube!”, diz o post.

error: