Em ano turbulento, campeão da Segundona 2020 sai nesta quarta-feira (2)

A pandemia de covid-19 obrigou o campeonato a ser disputado no segundo semestre. Mas, após um turno único classificatório e as semifinais, Maringá FC e Azuriz FC entram em campo para o segundo jogo da volta e decidem quem leva o caneco. Ambos já estão garantidos na 1ª Divisão de 2021

Enfim, o Campeonato Paranaense da 2ª Divisão 2020 conhecerá seu campeão nesta quarta-feira (2 dezembro).

Em um ano turbulento, por conta da pandemia de covid-19, quase que a Divisão de Acesso (como também é conhecida) não aconteceu. Era para ter sido disputada nos primeiros meses de 2020, mas acabou ficando para o segundo semestre.

Nos bastidores, foi aventada até mesmo a possibilidade de fundir a 2ª e 3ª Divisões para tornar a competição menos onerosa. Mas, no fim das contas, a Segundona saiu do papel em setembro, em meio a medidas de segurança. A principal delas afetou o torcedor, que não pôde entrar nos estádios para acompanhar seu time do coração.

Mas, em compensação, explodiu o número de transmissões no formato online. Quase todos os clubes da Divisão de Acesso deste ano montaram equipes esportivas para narrar, comentar e reportar os jogos como mandantes. Sem contar as imagens de cima e à beira do gramado.

Assim, surgiram projetos como a TV Batel, que transmitiu pelo Facebook as partidas da Associação Atlética Batel diretamente do Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava. Os duelos tiveram a voz marcante de Percival Junior na narração.

Já o MFC TV apresentou as partidas do Maringá Futebol Clube pelo YouTube e Facebook. Por sua vez, o Apucarana Sports utilizou a TV Apucarana Sports, um canal com transmissão pelo YouTube. Sem contar também a Azuriz TV, entre outras.

Invariavelmente, esse tipo de cobertura não escondia sua torcida pelo time. Ao contrário dos canais tradicionais de TV (aberto ou fechado), essas transmissões eram de um “dono” e, por isso, não tinham vergonha em declarar sua preferência.

Com os estádios fechados, explodiram as transmissões no formato online (Foto: Reprodução)

FORMATO
Com dez participantes, a 1ª fase da Divisão de Acesso 2020 chegou ao final em 19 de novembro com quatro equipes classificadas para as semifinais (Maringá, Apucarana, Azuriz e Araucária) e duas rebaixadas (REC e Batel).

Em jogos de ida/volta, o Dogão maringaense enfrentou o Cacique, vencendo as duas partidas. Na outra semi, o equilíbrio prevaleceu com dois empates (zero a zero) entre o Dragão do Norte e o Azulão do Sudoeste. A segunda vaga da grande final foi decidida nos pênaltis, com a classificação do Azuriz.

Já o Batel chegou rebaixado para cumprir tabela na última rodada da 1ª fase. A grande surpresa foi mesmo o descenso do Rolândia Esporte Clube (REC), pois tudo levava a crer que seria o Nacional Atlético Clube (NAC). Mas o Guerreiro do Norte escapou graças a uma combinação de resultados, deixando a “vaga” de rebaixado para o seu rival de Rolândia.

Para o segundo jogo da final, o Azuriz (uniforme azul) precisará vencer o MFC fora de casa (Foto: Rodrigo Araújo/MFC)

FINAL
Nesta quarta-feira (2), às 15h30, Maringá e Azuriz entram em campo para o jogo da volta na grande final da 2ª Divisão. A partida será no Estádio Regional Willie Davids, em Maringá, às 15h30.

Como venceu a primeira partida (1 a 0), em Pato Branco, o Tricolor tem a vantagem do empate para levar o caneco pela terceira vez na Divisão de Acesso. Segundo o regulamento, será considerado campeão o clube que somar o maior número de pontos ao final da segunda partida, considerados os resultados exclusivamente obtidos nesta fase.

E o representante da Cidade Canção pode conquistar o título de maneira invicta, caso não seja batido pelo Azulão. Até aqui, somando todas as fases, o MFC tem dez vitórias, dois empates e zero derrotas.

Vale lembrar que as duas equipes estão garantidas na 1ª Divisão de 2021. Após amargar um ano na Segundona, o Maringá volta à elite; e o Azulão vai representar Pato Branco, rompendo um hiato de quase 30 anos desse município do Sudoeste.

error: