CAD defende liderança do Grupo C contra o São Miguel nesta quarta-feira (28)

A 2ª fase da Série Prata tem sido ótima para o Clube Atlético Deportivo Cresol. Até agora, o time comandado pelo técnico Baiano está invicto, com um empate e duas vitórias. A torcida guarapuavana acredita na classificação às semifinais e sonha com o acesso

A “virada de chave” na Série Prata 2020 significou de fato um recomeço de campeonato para o Clube Atlético Deportivo Cresol (CAD) de Guarapuava.

Na 2ª fase, oito clubes estão divididos em dois grupos, com jogos de turno/returno. É como se fosse outra competição, pois todos iniciaram “zerados”.

Nesse “reboot”, quem se deu bem foi o CAD, que acumula um empate e duas vitórias consecutivas. Invicto até aqui nessa etapa da Prata, o Time de Guerreiros é o líder do Grupo C, com 7 pontos. Em seguida, vem São Miguel (4 pt), Apaf (3 pt) e Coronel (3 pt).

Antes da disputa dessa 2ª fase, muita gente apostava no São Miguel e no Coronel como favoritos para a classificação às semifinais. Mas o jogo só se resolve em quadra. A equipe de Coronel Vivida, por exemplo, amarga a lanterninha. Se a etapa classificatória terminasse hoje, estaria de fora do mata-mata.

Já o São Miguel tem feito a sua parte, mantendo-se hoje entre os qualificados para a semi. Inclusive, será o adversário do CAD na noite desta quarta-feira (28 outubro), em São Miguel do Iguaçu, no Ginásio Joelson Marcelino, às 20h30. O jogo abre o returno do Grupo C.

Na 1ª rodada da chave, deu empate de 1 a 1 entre essas duas equipes, em duelo no Joaquinzão. Agora, é hora do tira-teima. “Estamos muito bem na 2ª fase e esperamos que, em breve, possamos trazer uma notícia, quem sabe, uma classificação inédita para as semifinais”, disse a diretoria guarapuavana, após a vitória em cima da Apaf (de Paranaguá) no domingo (25).

Mesmo diante de todas as dificuldades, a torcida do CAD sonha com o acesso à Série Ouro.

No jogo mais recente, realizado no domingo (25 outubro), o CAD superou a Apaf em casa, pelo placar de 4 a 2 (Foto: Assessoria)

EMBALO
O CAD vem embalado após duas vitórias seguidas na 2ª fase da Prata. A primeira delas foi contra o Coronel, fora de casa, no dia 17 de outubro, pelo placar de 3 a 1. Foi um jogo de superação, pois o time guarapuavano tinha quatro desfalques.

No embate seguinte, o CAD fez 4 a 2 na Apaf, em partida válida pela 3ª rodada, no Ginásio Joaquim Prestes, o Joaquinzão. A partida era para ter sido disputada no sábado (24). Mas um temporal no período da tarde obrigou ao adiamento para o dia seguinte, às 11h.

Assim, o CAD superou o visitante pelo placar de 4 a 2 (gols de Leo Paulista, Oliveira, Bisqui e Robert, pelo lado guarapuavano; Beiço e Dudu, com a camisa adversária). O Time de Guerreiros saiu na frente logo no primeiro tempo, com o tento de Leo Paulista.

Na etapa complementar, o jogo ficou aberto e o CAD ampliou para 2 a 0, mas a Apaf diminuiu. Depois, 3 a 1; e, no finalzinho, os visitantes foram para o “tudo ou nada”. Neste momento, os guarapuavanos se aproveitaram da situação para fazer o quarto. E, no tiro livre, a equipe de Paranaguá reduziu a diferença. Porém, não dava mais tempo: final, 4 a 2.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.