Batel poderá jogar contra time da 3ª Divisão em amistoso da pré-temporada

Segundo Rocha, as equipes do Cascavel CR, Toledo e Clube Atlético Cambé (CAC) procuraram o Rubro-Negro da Baixada para programar a realização de jogos de preparação. Mas é mais provável que o duelo ocorra contra o Galo da Comarca, no Estádio Waldomiro Gelinski

O início da pré-temporada no Estádio Waldomiro Gelinski (WG) tem sido movimentado para a Associação Atlética Batel.

Além dos treinos diários em dois períodos, o Sub-19 comandado pelo técnico Rocha (com auxílio de Alex e Bender) tem protagonizado jogos-treinos contra adversários da região, caso de Pinheiros e Turvo, aos sábados.

Mas a programação também projeta amistosos contra times mais conhecidos do Paraná. Segundo Rocha, o Cascavel CR, o Toledo e o Clube Atlético Cambé (CAC) procuraram o Batel para fazer jogos nessa fase de preparação. Por questões logísticas, o mais provável é um duelo contra o cambeense Galo da Comarca, que viria até Guarapuava.

Essa equipe do Norte do Paraná também disputará a 3ª Divisão estadual a partir de agosto e já está em preparação com o Sub-19. A equipe é formada por jovens daquela região, São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

O técnico rubro-negro explica que esse amistoso ainda não tem data definida, mas envolverá a equipe profissional do Batel, que seria formada pelos meninos da base.

JOGO-TREINO
No sábado de Carnaval (13), os “Meninos da Baixada” participaram de um jogo-treino contra o Pinheiros, no Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava. Era a oportunidade para avaliar mais uma parte dos jogadores.

O Batel começou perdendo, porém ainda no primeiro tempo virou 2 a 1; e, ao final da partida, fechou o placar em 4 a 1 – gols de Tomate (2), Vitor e Leonardo. Para o técnico Rocha, o importante desse amistoso era observar o desempenho do time. “Como é uma situação de avaliação, a gente precisava de movimentação e qualidade dos atletas”.

Segundo ele, o Sub-19 começou apático, depois empatou, virou e não deu mais chances ao adversário. “Estão todos de parabéns. Os meninos estão mal fisicamente, mas a gente sabe que tem qualidade”.

Rocha explica que o processo de avaliação dos meninos é constante. Recentemente, chegaram mais dez jogadores ao Batel para serem testados. “Não vai ficar com os dez, pois não tem condições. Mas a gente tirou dois, três atletas”.

Técnico Rocha orienta jogadores do Batel no intervalo da partida contra o Pinheiros (Foto: Cristiano Martinez/Correio)

TEMPORADA
Em 2021, o Batel pretende disputar o Sub-19, nas categorias de base, e a 3ª Divisão, no profissional. Cogita-se também o Sub-17.

O Paranaense Sub-19 ainda não tem data definida; já a Terceirona deve ocorrer a partir de agosto, com a participação de times que a disputaram em 2020, acrescida de Batel e REC (rebaixados da 2ª Divisão no ano passado) e clubes recém-criados (caso do Aruko Sports Brasil).

Mas, claro, tudo dependerá das inscrições das equipes para o arbitral, que ainda não tem previsão de data.

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.