Exposição online rememora os 50 anos da Rádio Cultura de Guarapuava

Neste mês de maio, a mostra online comemora os 50 anos de uma das mais tradicionais emissoras de rádio de Guarapuava, por meio de fotografias e histórias: “Jubileu de Ouro da Rádio Cultura de Guarapuava”

A Diretoria de Cultura da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), desde 2020, vem trabalhando com exposições virtuais por meio das redes sociais como forma de dar continuidade a suas atividades durante o período de restrições impostas pela pandemia de Covid-19.

Neste mês de maio, a mostra online comemora os 50 anos de uma das mais tradicionais emissoras de rádio de Guarapuava. A exposição “Jubileu de Ouro da Rádio Cultura de Guarapuava” conta a história do meio de comunicação através de fotografias.

“A exposição acerca da história da Rádio Cultura tem como um dos objetivos preservar a memória da imprensa de Guarapuava. Afinal de contas, são 50 anos da Rádio Cultura, que esteve presente em vários aspectos sociais e históricos do município”, enfatiza a diretora de Cultura da Unicentro, professora Nincia Borges Teixeira.

A agente universitária Elizabete Lustoza complementa que a mostra procura abarcar diversos aspectos dessa trajetória, que fez da Rádio Cultura um símbolo histórico presente no cotidiano dos moradores de Guarapuava e de toda a região. “Seriam fotos e também a descrição de cada atividade da rádio, os bastidores. Quem tem a curiosidade de ver como é que funciona a transmissão, os locutores. Uma homenagem também para todas as pessoas que já passaram por aquela emissora”.

Para o diretor de Jornalismo da Rádio Cultura de Guarapuava, Jorge Teles, a exposição também é uma forma de mostrar ao público a evolução de como as notícias e o entretenimento chegam, através das transmissões, ao público da região. “É importante que as pessoas conheçam a história da Rádio, pois há 50 anos ela faz parte do dia a dia dos moradores de Guarapuava e da nossa região central do Paraná – antigamente com mais ênfase do que hoje, pois no início da sua história, na década de 1970, era um dos poucos canais de comunicação da nossa população. Hoje, o rádio se tornou muito mais complexo do que era antigamente, e alguns desses detalhes da nossa história essa exposição estará mostrando”, avalia.

Exemplo de post da exposição no Instagram da Dirc (Foto: Reprodução)

FORMATO
Nas postagens, a exposição apresenta foto e texto explicativo. Por exemplo, uma das informações é de que, no ano de 1981, a entrada no ar da primeira emissora em frequência modulada, na Região Centro-Sul do Estado, foi considerada um marco na comunicação.

“Para a diocese de Guarapuava este fato foi de vital importância, pois a Rádio Cultura FM (atualmente chamada de 93FM operando em 93,7), pertencente à Fundação Nossa Senhora de Belém, passou a levar a voz da Igreja Católica a muitas pessoas, também nesta faixa”, diz o material.

SERVIÇO
A exposição “Jubileu de Ouro da Rádio Cultura de Guarapuava” segue com postagens diárias até o dia 28 de maio e pode ser visitada através do Instagram (www.instagram.com/_dirc/) e do Facebook (www.facebook.com/dirc.unicentro) da Diretoria de Cultura da Unicentro.

error: