‘Bem Casados’ é atração desta sexta-feira (19) na TV Brasil

Sessão começa às 22h30, na faixa de filmes Cine Nacional. Em Guarapuava, a programação dessa emissora pode ser acompanhada na Rede Humaitá, canal digital 19.1

Inédita na programação aberta, a comédia brasileira “Bem Casados” é atração na noite desta sexta-feira (19 março) pela TV Brasil. A sessão começa às 22h30, na faixa de filmes Cine Nacional. Em Guarapuava, a programação dessa emissora pode ser acompanhada na Rede Humaitá, canal digital 19.1.

Dirigido por Aluizio Abranches e com Ulisses Malta Jr. na direção de fotografia, o longa-metragem conta a história do solteirão convicto Heitor (Alexandre Borges), que comanda uma equipe de filmagem de casamentos. Enquanto se prepara para cobrir mais um evento, ele conhece a sensual e irreverente Penélope (Camila Morgado), que, por ser amante do noivo, está disposta a tudo para acabar com a cerimônia.

FICHA TÉCNICA
Inédito. 90 min. Ano: 2015. País: Brasil. Gênero: Comédia. Direção: Aluizio Abranches. Estrelando: Alexandre Borges, Camila Morgado, Bianca Comparato. Classificação Indicativa: 12 anos

MAZZAROPI
Na madrugada de sexta para sábado, às 4h, a emissora pública exibe “Chico Fumaça”, um filme protagonizado pelo lendário Amácio Mazzaropi.

Vamos à sinopse: Chico Fumaça (Amácio Mazzaropi), assim conhecido por sua paixão pelos trens, é um caipira de Jequitibá, interior de Minas Gerais. Endividado, Chico perde sua vaca de estimação para o dono do armazém, Seu Elias (Domingos Terras), e vê o sonho de se casar com Inocência (Celeneh Costa) se distanciar ainda mais.

Mazzaropi ficou na história como um dos maiores produtores de comédias no Brasil (Foto: Reprodução)

A sorte de Chico muda quando sua fixação por trens lhe permite evitar um descarrilamento. Um dos passageiros a sobreviver é um importante político, Dr. Japércio Limoeiro (Carlos Tovar).

Agradecido, Limoeiro resolve levar Chico para o Rio de Janeiro, então capital da República, a fim de lhe entregar uma recompensa. O político deseja, principalmente, usar a figura de Chico Fumaça em sua própria campanha para deputado.

No Rio, Chico se mete em várias confusões, conhece a vida noturna da capital e passeia pelas atrações cariocas. Também conhece uma quadrilha de vigaristas e uma vedete, que lhe tentam aplicar um golpe.

Chico precisará se superar para sobreviver às malícias da cidade grande e retornar à Jequitibá para se casar com sua noiva.

FICHA TÉCNICA
81 min. Ano: 1957. País: Brasil. Gênero: comédia. Direção: Victor Lima. Roteiro: Victor Lima e Alípio Ramos. Classificação Indicativa: livre

error: O conteúdo é de exclusividade do Correio do Cidadão.